©  2018  Clínica Radiológica Rio Verde

  • mailB
  • White Facebook Icon
assinatura branca pqn.png
Search
  • siteradiologicarv

NOVO CORONAVÍRUS: Veja como está a situação em Rio Verde e que cuidados devemos ter


Com a confirmação por parte da Secretaria de Saúde do Município do primeiro caso do Novo Coronavírus em Rio Verde, nesta quinta-feira, 12, nada mais importante do que reforçar as informações como forma de se prevenir desta doença, que em Goiás, já acometeu três pessoas.


Ainda conforme a Secretaria de Saúde, tudo está sob controle e não há motivos para pânico. De qualquer forma, a Clínica Radiológica preparou uma matéria, baseada nas informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, para atualizar dados e esclarecimentos do que é, e de como proceder para evitarmos esta doença. Confira a seguir:


O que é o novo coronavírus?

É um vírus que tem causado doença respiratória pelo agente coronavírus, identificado na China. Os coronavírus são uma grande família viral, conhecidos desde meados de 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum.


Qual a forma de transmissão do vírus?

O modo de transmissão dos coronavírus humanos comuns acontece das seguintes formas: Pelo ar; Por meio de tosse ou espirro; Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido então de contato com a boca, nariz ou olhos.


Quais são os sintomas do novo coronavírus?

Os sinais e sintomas clínicos são principalmente respiratórios, como febre, tosse e dificuldade para respirar.


Se alguém apresentar esses sintomas, o que deve ser feito com esse paciente? Qual é o procedimento do hospital/médico?

O caso suspeito deve utilizar máscara cirúrgica e ser acomodado em quarto privativo. O profissional de saúde deve coletar as amostras respiratórias e encaminhar os casos graves para um hospital de referência para isolamento e tratamento.


Existe alguma forma de prevenção?

Para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, orienta-se que sejam adotadas medidas gerais de prevenção, como:

Evitar contato próximo com pessoas com sinais ou sintomas da doença ou qualquer pessoa em ambientes de grande circulação de pessoal provenientes de áreas de surto (aeroportos internacionais);

• Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;

• Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

Cobrir nariz e boca com cotovelo flexionado quando espirrar ou tossir;

Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

• Manter os ambientes bem ventilados;


Qual é a diferença dessa doença para uma gripe, já que os sintomas são parecidos?

No início da doença, não existe diferença quanto aos sinais e sintomas de uma infecção pelo novo coronavírus em comparação com os demais vírus. Por isso, é importante ficar atento às áreas de transmissão local. Apenas pessoas que tenham sintomas e tenham viajado para a China, Espanha ou Itália são suspeitos da infecção pelo coronavírus.


Por quanto tempo a doença pode ficar incubada?

Até duas semanas após o contato com o vírus.


Veja mais sobre os serviços, equipamentos, equipe médica e novidades da Clínica no endereço www.radiologicarv.com.br

131 views