Buscar
  • siteradiologicarv

MITO OU VERDADE: Tatuagem interfere no exame de Ressonância Magnética?


Conforme explica a Dr.a Edna Cristina Padula Castro Prieto, é muito raro que isso possa acontecer. Então, para esclarecer de vez esta dúvida, que intriga algumas pessoas, vamos abordar esse assunto esta semana.


“Normalmente a presença de tatuagens não interfere na realização do procedimento. Até porque o processo de aplicação de uma tatuagem hoje é muito moderno, com tintas e materiais que não causam nenhum dano nem interferem em exames”, destaca a Dr.a Edna.


COMO FUNCIONA

A ressonância magnética é um exame que pode identificar doenças de diversas naturezas, como problemas abdominais, cardíacos, neurológicos e ortopédicos, entre outros.


Assim, o médico pode solicitar esse exame para confirmar ou refutar um diagnóstico de hérnia de disco, tendinite, fratura, lesão do menisco, esclerose múltipla, infecções, mal de Alzheimer, AVC, tumores e mais uma infinidade de doenças ou condições de saúde.


“O funcionamento da máquina de ressonância tem como base a interação do nosso corpo com os campos magnéticos emitidos por um ímã grande e potente”, esclarece Edna Cristina.


Alguns pigmentos utilizados na tatuagem, em especial aqueles em tons de vermelho e preto, contêm ferro em sua composição (na forma de óxido de ferro), e essa substância é suscetível ao campo magnético da máquina de ressonância, mas sem causar qualquer interferência.


Então, conforme explicado, é raríssimo que uma tatuagem possa interferir de alguma forma no exame de ressonância magnética.


Em caso de dúvidas a respeito do procedimento, ou queira agendar uma consulta, é só ligar (64) 2101-8950 ou 99208-1280.

40 visualizações

©  2018  Clínica Radiológica Rio Verde

  • mailB
  • White Facebook Icon
assinatura branca pqn.png